BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

29 de nov de 2013

Hoje

Hoje acordei pensando em você
Tomei café pensando em você
Me arrumei pensando em você

Trabalhei pensando em você
Almocei pensando em você
Retornei pensando em você

Tomei banho pensando em você
Jantei pensando em você
Fui dormir pensando em você

Dormi pensando em você.

Ou seja, um dia como qualquer outro.

30 de out de 2013

Amor em Giz

Não existe lei da física que defina nossa atração
Muito menos fórmula química para a nossa relação

Não tem cálculo que descubra o nosso amor completo
Nem figuras de linguagens que expressem nosso afeto

Não se encontram meridianos em nossa geografia
E a nossa teoria científica é a gente quem cria

Não há historiador que defina o nosso momento
Ou algum filósofo que compreenda nosso sentimento

Não há obra de arte que simbolize a nossa glória
Nem gênero literário que represente nossa história

Nosso amor é uma prova real
De que não há um exame final
Para aprovar nossa felicidade

E se caso um de nós reprovar
Será motivo para recomeçar
E dar suspensão pra saudade

7 de out de 2013

Nosso

O que a gente tem, só a gente sabe
O que a gente sente, só a nós cabe
E não há nada que possa interferir

Só a nós importa o que a gente faz
Só a gente sabe o que traz a nossa paz
E não há palavra que consiga definir

No nosso mundo só basta nós dois
E o resto fica pra depois
Depois que nosso tempo acabar
Mas nosso tempo é infinito
E nosso amor está escrito
Onde não há como apagar

O que é nosso não convém a ninguém
E, se eu posso, quero ir mais além
Pra me adonar do seu sorriso

E enquanto estiver ao meu lado
Eu sempre estarei conformado
De que é só você quem preciso

No nosso mundo só basta nós dois
E o resto fica pra depois
Depois que nosso tempo acabar
Mas nosso tempo é infinito
E nosso amor está escrito
Onde não há como apagar

1 de out de 2013

Sobre amor e essas coisas

O amor
Não é início;
É iniciado

O amor
Não tem momento;
Tem discernimento

O amor
Não é difícil;
É dificultado

O amor
Não tem conceito;
Tem consenso

[...]

O amor
Não pode ser definido,
Mas pode ser definitivo.

Fim ao Fim

Só te peço uma coisa:
Acaba com esse fim!
Encerra, finaliza,
E volta logo pra mim.
Eu sei que, lá no fundo,
Você tá bem afim
De voltar pro nosso mundo
E plantar nosso jardim.
Ainda me pergunto
Qual foi o estopim
Pra você tornar defunto
O que nem era ruim.
Então, deixa esse orgulho
E saiba que, enfim,
Nada me faz mais barulho
Quanto seu jeito de ser assim.

Por Inteiro

A chuva que agora te molha
É a mesma que passou aqui
O sol que me esquenta agora
É o mesmo que te aquece aí
E a lua que você sempre olha
É a mesma que eu vejo daqui

Isso prova que, mesmo distantes,
Estamos no mesmo lugar
E mostra que, a todo instante,
Respiramos o mesmo ar

Quero abraço, quero paz
Quero beijo e cafuné
Se não for pedir demais
Quero te fazer mulher

Quero sentir teu cheiro
Antes que seja tarde
Quero, por inteiro,
Ser a sua metade

A chuva que agora me molha
É a mesma que passou por aí
O sol que te esquenta agora
É o mesmo que me aquece aqui
E a lua que sempre me olha
É a mesma que olha pra ti

30 de set de 2013

DIGNA DE SER AMADA

Tem algo nela que me encanta,
Que não condiz com a realidade
Algo nela que até me espanta
E nem parece de verdade.

Tem algo nela que me atrai,
Que incomoda e me acomoda
Algo nela que me distrai
Toda vez que entra em roda

Tem algo nela que me fascina,
Que me dá motivos pra sorrir
Algo em seu jeito de menina,
Que não me canso de sentir

~ dedicado a ela, que me faz feliz.

5 de jan de 2013

Menina sacana

Menina sacana
Me acolhe, me chama
Me leva pra cama

Menina sacana
Me olha e clama:
Me faça sua dama

Menina sacana
Me usa, me engana
Mas sei que me ama

15 de out de 2012

#Talvez o Último

Se esperei por tanto tempo,
É porque valeu a pena.
Mas agora é o momento
De seguirmos nossa cena

O que eu sinto por você
Nunca senti por outro alguém
Por isso, sei que é real
E eu quero ir mais além

Mas uma chance é o que preciso
Pra poder provar que sim,
Quero muito estar contigo
O jogo ainda não teve fim

Quero estar do seu lado
Nem que seja só te olhando
Quero morar no seu abraço
E mostrar que estou te amando

Mas me doi te ver assim
Tão perto e tão longe de mim...

3 de set de 2012

Minhas Sinceras Desculpas

Pensando bem, a culpa é minha
Por ser um grande sonhador,
Por não querer te ver sozinha
E por ainda acreditar no amor.

21 de dez de 2011

apelo

Fica bem, meu bem
Para que eu possa
Ficar também

26 de set de 2011

~

Olhar para seu sorriso
Sorrir para seu olhar
Me encontrar no paraíso
Sempre que te abraçar

12 de set de 2011

do alto.

Do alto, bem perto do céu,
Ainda com brilho no olhar,
Aguarde, minha Rapunzel,
Prometo que vou te buscar.

Mas não será seu cabelo
Que vou pedir para jogar.
Se jogue de corpo inteiro,
Pronta para me abraçar.

29 de jul de 2011

Hai-Kai do Insensível

Te ocupo
Te oculto
Te culpo.

23 de mai de 2011

Falsas Esperanças

Não espere que eu mude
pra você querer me amar.

Espere apenas que eu te ame
para, assim, me transformar.

16 de mai de 2011

[Música] NADA É POR ACASO

por Rodrigo Rott, Nathascha Trindade, Ana Luíza Kuhn, Francielle Pereira, Gabrielle Zimmermann e toda galera do Reencontro 2011 (Espaço da Arte)!

Tudo o que passamos
É real, vem do coração
Nossos batimentos
Transformados em uma canção
Juntos descobrimos
Que mais do que amar
É estar aqui
Sonhos, descobertas
Reencontro me faz sorrir

Longe de tudo, aqui estamos
Reinventando nossos caminhos
Guerrilhando, batalhando
Aqui não estamos sozinhos

Milhas e milhas distante de casa
Nos entregamos nessa jornada
O importante é o amor
Ser o guia nessa estrada
Nada por acaso
Sentimentos assim ficam marcados
Beijos e abraços
Momentos que em mim ficam guardados

22 de abr de 2011

refrão.

Só me responda uma coisa:
Por que é que foi assim?
Você não me deu nem chance
De poder provar que sim,
eu ainda te desejo e
te quero até o fim.

15 de abr de 2011

"

Quero te transformar
Em palavras
Para te escrever
Na minha história.

Quero te transformar
Em momentos
Pra te guardar
Na minha memória.

4 de mar de 2011

-

Prepare o seu abraço
Pois eu quero te ver

Não sei o que eu faço
Pra te merecer

Só sei que um pedaço
Seu eu quero ter

Pra ocupar o espaço
Reservado pra você.

22 de fev de 2011

Te amo

o dobro de ontem
e a metade de amanhã.

20 de fev de 2011

Música: "A Borboleta Que Virou Lagarta"

Naquela tarde, você não era mais a mesma
Que um dia me oferecia amor.
Não era mais aquela garota
Que compartilhava sonhos
Na noite anterior

Eu só queria te entender
E descobrir o que aconteceu
Te ofereci minha confiança
Mas você não mereceu

Afinal, o que você quis dizer?
Afinal, onde é que você quer chegar?
Pensa que é fácil tentar te esquecer?
Pensa que vai ser tão fácil quanto foi te amar?

Eu só queria entender...

Todas as palavras que te dei
Ainda não foram devolvidas
Mas agora já nem sei se quero
Ter você de volta na minha vida

Todos os nossos momentos
sensações e emoções
Todos os meus sentimentos
Que ficaram pra depois
Você acabou com os planos
Que eu tinha pra nós dois

E agora, apenas me responda...

Afinal, o que você quis dizer?
Afinal, onde é que você quer chegar?
Pensa que é fácil tentar te esquecer?
Pensa que vai ser tão fácil quanto foi te amar?

Pensa que vai ser tão fácil quanto foi te amar?

23 de jan de 2011

O ser humano

só voltará a ser humano
quando (voltar a) acreditar no amor.

20 de jan de 2011

- Você é feliz?

Ah, eu procuro estar sempre feliz. A todo momento.
Não sou do tipo que se deixa levar pelos problemas, pelo baixo astral.
Sempre dou um jeito de contornar as coisas ruins e só dar atenção ao que me faz bem.
Talvez por isso, eu sempre ESTOU feliz.

Se eu SOU feliz? Aí acho que não. Sempre falta alguma coisa, sabe?
Nós, seres humanos, somos muito insatisfeitos. Com tudo.
Inclusive, acredito que vivemos justamente para BUSCAR - e encontrar - essa felicidade.

Até porque, convenhamos, ninguém é feliz.

16 de jan de 2011

Mensagem de Texto (SMS)

Parece cocaína, mas é só tristeza.
Parece uma menina, cheia de beleza.

Parece um amor, mas com muita dor.
Como uma flor, sem cheiro, sem cor.
Como um coração, sem freio, sem mão.
Como um biscoito sem recheio.
Como um amor sem paixão.

Como uma rosa sem espinhos.
Sem amor, sem carinho.
Como uma noite sem luar.
Sem estrelas a brilhar.
Como um sorvete sem cobertura.
Sem sabor, sem doçura.

Como uma viagem sem aventura.
Uma vida sem loucura.
Um beijo sem desejo.
Um abraço sem apego.

Um amor sem sofrimento.
Uma vida sem comprometimento.
Um romance sem tormento.

Como um coração rachado, despedaçado.
Cansado de sofrer, de amar em vão.

E de repente, o mundo perder o chão.
E de repente, tudo perde a direção.
Estou sem rumo e sem coração.
Estou em um mundo sem compaixão.
Sem amor, sem união.

Porém, tem a essência do seu calor.
Da paixão, do sabor.
Da beleza do teu amor.
-
*poema instantâneo. feito com Bruna Hartmann, via SMS!!!

27 de dez de 2010

Considerações finais sobre 2010.

Oi.

A lindíssima Monique Heemann e eu, tivemos a ideia de fazer um #meme de final de ano, cujo qual você confere agora:



O que você fez em 2010 que nunca tinha feito antes?

Usei drogas. Brincadeirinha, mãe. Em 2010 eu trabalhei - coisa que já era pra eu ter começado a fazer em 2009.

Que lugares você visitou?
Bah, fui a cidades que nem sabia que existia. E eu achava que eu morava escondido demais. Sem essa. Tem muita cidade escondida por aí que vocês não fazem nem ideia.

O que você gostaria de ter em 2011 que faltou em 2010?
Inspiração pra postar mais nesse blog. Ou, talvez, uma namorada.

Que data de 2010 vai ficar marcada em sua lembrança?
Sete de Novembro.

Qual foi a coisa que você mais gostou e a que você menos gostou de fazer em 2010?
Gostei de fazer praticamente apenas as coisas que gosto, sabe. Por isso foi um ano muito bom. Quanto ao que menos gostei, não sei. Acho que cabe aquele papo de 'me arrependo apenas do que não fiz'.

Você teve alguma doença?
Doença não. Mas vomitei - depois de uns 8 anos sem nem lembrar como era essa sensação.

Qual foi a melhor coisa que você comprou?
O ingresso para o show do Paul McCartney, sem dúvidas.

Pra onde foi a maior parte do seu dinheiro?

Vide questão anterior. Mas valeu a pena. (Mentira que isso foi maior parte do meu dinheiro. É que, na real, eu não tenho dinheiro.)

O que te deixou realmente excitado?
Realmente, realmente, é melhor eu não falar.

Que canções sempre vão te lembrar de 2010?
Lisbela - Los Hermanos

Luz dos Olhos - Nando Reis & Andrea Martins

E algumas (muitas) do Paul McCartney, óbvio.

Comparando-se com essa época, no ano passado, você está:
I. mais feliz ou mais triste? Relativamente, mais feliz.
II. mais magro ou mais gordo? Absolutamente, mais gordo.
III. mais rico ou mais pobre? Felizmente, mais rico.

O que você queria ter feito mais?
Sim, exatamente isso que você está pensando.

O que você queria ter feito menos?
Cu doce.

Como vai passar o reveillon?
De branco?

Você se apaixonou em 2010?
Como nunca, como sempre. Preciso tratar isso.

Qual foi seu programa de TV favorito?
Seriados: The Office; Afinal, o Que Querem as Mulheres? e Clandestinos - O Sonho Começou.

Humorísticos: Pânico na TV e CQC.

Você odeia alguém hoje que não odiava há um ano?
Não. Mas o vice-versa, sim.

Qual foi o melhor livro que você leu?
Os que mais gostei de ler esse ano foram: O Símbolo Perdido (D. Brown); Almanaque dos Anos 90 (Silvio Essinger) e Mais Comédias para Se Ler na Escola (L. F. Veríssimo). Mas o melhor, melhor mesmo, eu ainda não terminei: The Beatles - A Biografia (Bob Spitz).

O que você quis e conseguiu?
Ir no show do Paul McCartney, além de outras coisas.

O que você quis e não conseguiu?
Comer um BigMac! (Sério!)

O que você fez no seu aniversário?
Três festas. Uma com amigos, uma com família e outra surpresa, com tudo junto e misturado. Foi legal, bem legal.

O que teria feito o seu ano infinitamente melhor?
Uma menina aí. Ou uma viagem.

O que manteve a sua sanidade?
Que sanidade? Isso é muito 2009...

Qual episódio da política que te deixou mais puto?
A eleição da Dilma. [2]

De quem sentiu falta?
De um braço direito. De um amigo mesmo, mais exclusivo e próximo. E dane-se se isso soou gay. E eu disse 'soou' e não 'sou', ok?

Considerações finais sobre 2010:

Então. Não sei se foi o melhor ano da minha vida, porque ela ainda não terminou. Mas certamente, quando eu estiver bem idoso relembrando meus momentos, esse ano estará no Top 5! (não vejo a hora de viver os outros quatro).

Foi um ano de muita novidade, de descobertas e realizações.

Em especial, foi um ano que conheci alguns ídolos como Fábio Porchat (comediante stand-up), Marcelo Tas (jornalista/CQC) e, óbvio, James Paul McCartney.

Finalmente, foi um ano que não passou rápido para mim. Ele apenas 'passou'. Mas eu passei cada momento junto com ele, ou pelo menos tentei.

Que 2011 só venha para somar e acrescentar mais alegria.

Pra todos nós.


8 de nov de 2010

Thanks, Sir. James Paul McCartney!

Depois de dois meses de muita espera, ansiedade, agonia (para conseguir o ingresso e meio de transporte), o grande dia chegou.
O dia de conhecer pessoalmente o considerado músico mais talentoso do mundo.
O dia que marcaria na história de Porto Alegre e, quem sabe, do país.

A aventura começa com a chegada no Beira Rio. Após conseguirmos, por muita sorte, estacionar a van em um lugar muito bom, parti para a fila. Sim, sozinho, pois o pessoal que foi junto com o transporte entrava por outros portões ou não estava no mesmo setor que eu. Tudo bem, eu fui para ver Paul McCartney e apenas isso importava.
Não fiquei nem um pouco assustado com aquele mundaréu de gente em volta do estádio pois já estava obviamente previsto. Sessenta mil pessoas. Sessenta mil pessoas reunidas no mesmo lugar e pelo mesmo motivo.
Me atrapalhei muito para achar o tal do Portão 6 e, ao achar, voltei a me atrapalhar para encontrar o final da fila. Fileiras e mais fileiras, que se enrolavam entre si de forma muito confusa e medonha, preenchiam todo o espaço ao redor do estádio. Após perguntar para uma 5ª pessoa, finalmente encontrei "a ponta do rabo".
Cheguei ao mesmo tempo que um homem acompanhado de um rapaz (Guilherme, 17 anos, Porto Alegre) que foi minha companhia durante as duas horas de fila e também durante todo o show.


Infelizmente a organização do mega-evento não acertou no funcionamento das filas. Houve muita confusão e desentendimento. Não entendo, ainda, porque não puderam colocar grades de isolamento por todo o espaço ou, pelo menos, UMA (!!!) pessoa para controlar o andamento da fila. Seria o suficiente para evitar tanto transtorno.
Enfim, tudo bem. Todo sufoco, espera, angústia e sol direto na cara foi automaticamente ignorado quando consegui finalmente entrar no Estádio.

Além de alegria e muita emoção, senti um alívio danado. Não só porque descobri que ainda havia muita chance de pegar um bom lugar para curtir o show mas, também, porque finalmente encontrei um banheiro vazio!

Eu e o Guilherme entramos no campo e ficamos sentados até começar a lotar. Encontramos um lugar muito bom, que dava para visualizar o palco inteiro e os dois telões, sem nada atrapalhando (a não ser algumas criaturas mais altas que insistem em parar na tua frente).
Entrou uma "banda" para agitar um pouco a galera com pick-ups, guitarra e saxofone.
Foi divertido ver os vovozinhos ao meu lado dançando música eletrônica, pois quem se sentiu velho fui eu.
Após um vídeo de abertura, as luzes se apagaram e toda aquela multidão foi ao delírio. Estava para começar o maior show da história de Porto Alegre.
Era 21:05 quando o Mito tornou-se Realidade.
O ex-baixista dos Beatles entrava no palco com sua impecável banda.
Após a primeira música, deu suas primeiras palavras de BOA NOITE... em português!
Aliás, Paul se deu o trabalho de traduzir quase TUDO que quis falar com o público.
Todos explodiram de surpresa quando ele soltou pérolas como: "BOA NOITE GAÚCHOS", "MAS BAH, TCHÊ", "TRI LEGAL" e, após ouvir todo mundo gritando, acompanhou no "AH, EU SOU GAÚCHO!"

Paul McCartney é o exemplo vivo de que NINGUÉM no mundo inteiro tem o direito de ser arrogante. O cara, no auge de seus 68 anos de idade, fundador e ex-integrande da banda mais importante da história do rock, nomeado como o músico mais talentoso de todos os tempos, é um verdadeiro astro mundial, mas isso não é novidade. O que mais chama atenção é que ele, além de tudo, consegue ser uma pessoa muito simples, humilde e sensível. Ainda conserva em si o mesmo espírito do jovem britânico que um dia resolveu fundar uma banda de rock com seus três (geniais) amigos.
Não tenho mais palavras para definir o que foi esse show.
Só sei que sinto muito orgulho de ter feito parte desse momento e poder ter compartilhado a minha energia, emoção, vibração e felicidade com Paul McCartney, um dos caras mais fantásticos de todos os tempos.

THANK YOU, PAUL!!!
"Até a próxima!" - com você mesmo disse.



Em tempo: aqui o link de um vídeo com alguns momentos do Paul falando em português com o público.

6 de nov de 2010

Lembre-se:

Uma história de amor só é verdadeira quando é complicada;
E só é completa quando termina.

18 de out de 2010

Hai-Kai da Bailarina

Voa, Bailarina,
Flutua e rodopia.
Brilha, doce menina.

- dedicado à doce Daiane.

4 de ago de 2010

#MEME

Ois!
A Monique, do doce e meigo Papel de Carta, me mandou esse MEME em forma de questionário para eu responder.
Já aproveito para encaminhar o mesmo à minha querida Bia, do ilustríssimo Adjunto Adverbial!

Vamos lá!

1 – Qual seu nome?
Rodrigo Bassi Rott.

2 – Onde você mora?
Feliz (!!!), Rio Grande do Sul.

3 – Quantos anos você tem e quando é seu aniversário?
Fiz 18 no último dia 04 de Junho que teve esse ano.

4 – Qual sua altura e qual número você calça?
Suponho que tenho 1,76 de altura. Portanto, tênis número 42.

5 – Estado civil ou situação, tem filhos?
Estado civil: Solteiro. Situação? Dramática, né.
Não, não tenho filhos.

6 – Qual sua comida favorita?
Pergunta muito difícil para um ser acima do peso.
Mas hoje vou citar "panquecas".

7 – Qual a sua bebida favorita?
Coca-Cola. De vidro. Com limão. E gelo.

8 – Como você se auto define?
De um lado divertido, excêntrico e paciente. Do outro, preguiçoso, ciumento e vingativo.

9 – Qual o seu sonho?
Sei lá, a cada mês tenho um ou vários. Sonho pra mim não é algo distante e grandioso. Prefiro coisas mais simples, porém, alcançáveis.

10 – Qual o seu pior defeito?
Ah, já citei os meus três 'preferidos' a pouco. Mas posso ser mais específico: odeio pensar demais ao invés de agir! Se alguém tiver dicas de como acabar com isso, entre em contato.

11 – Trabalha atualmente em quê?
Com duas artes: cênicas e gráficas. Mas não sou especializado em nenhuma. Ainda. Vide resposta abaixo.

12 – Faz faculdade ou algum curso?
Faço faculdade de Publicidade & Propaganda. E, há 7 anos, curso de teatro com o Espaço da Arte.

13 – Tem algum bichinho de estimação, qual o nome?
Tive vários ao decorrer da minha vida. Mas no momento não estou com nenhum. Porém, meu tio que está morando um tempo conosco trouxe um labrador fantástico, que já é um pouco 'meu' também. O nome dele é Kauã.

14 – Qual sua banda, dupla ou cantor[a] favorito?
No momento, os 5 nomes que mais admiro: O Teatro Mágico; Pouca Vogal; Cachorro Grande; Scracho e Zeca Baleiro.

15 – Teu filme, e ator/atriz favorito?
Não tenho um único filme favorito. Mas recomendo alguns pra vocês: Lisbela e o Prisioneiro; O Auto da Compadecida; O Fabuloso Destino de Amelié Poulain; Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas; Across The Universe e Sweeney Todd. De lançamentos mais populares e divertidos, destaco: Old Dogs (Surpresa em Dobro); e o genial Kick-Ass.
Ator(es): Matheus Nachtergaele, Selton Mello e Johnny Depp.
Atriz: Helena Bonham Carter.

16 – Tem saudade de algo, ou alguém?
Da minha infância, de São Paulo e de pessoas que não moram na minha cidade.

17 – Fato que mais marcou sua vida?
Acho que ainda não comecei a viver. Porque não lembro de nada tão marcante.
Talvez quando eu matei sozinho uma aranha daquelas peludas só com um tubo de veneno? Er, não. Deixa pra lá.

18 – Tem apelidos, quem te chama?
Apelidos não. Mas várias formas de me chamar: Rod, Róds, Rôdi, Ródi, Rô e Digão. Mas não me pergunte quem.

19 – Com o que você não pode sair de casa sem?
Celular. Parece que já faz parte de mim. É como um objeto de proteção, um salva-vidas, uma arma. Sei lá. Mas o pior é que, mesmo assim, esqueço ele em casa de vez em quando.

20 – Qual tua marca de maquiagem favorita?
Posso mudar para perfumes? Gosto do Carpe Diem da Boticário e do clássico Kaiak da Natura.

21 – Onde costuma comprar roupas?
Lojas Paludo e Lojão das Malhas. Tênis pela internet.

22 – Você pretende casar?
Acho que quando eu chegar na idade não vai mais existir casamento.

23 – Você está apaixonada/o?
Sou apaixonado pela Margarida, do Pato Donald. Vale?

24 – Qual produto que você não troca de jeito nenhum?
Coca-cola?

25 – Diga 1 dica, truque ou produto que descobriu na internet:
Uma vez aprendi umas técnicas legais de colocar cadarço no tênis. Também aprendi uma receita maravilhosa de brigadeiro com o William Bonner, pelo twitter, entre outras muitas coisas.

26 – Diga 2 produtos [área da beleza] que você quer, mas ainda não comprou:
Vou inventar: removedor de barriga e modificador instantâneo de cabelo.

27 – Porque decidiu criar um blog?
Para tentar transcrever sentimentos e sensações e expressar meu lado sensível.

28 – Coloque uma foto sua que você mais goste:
'Sua' em qual sentido?
Da minha pessoa,
Ou alguma que eu tirei?
.
Beijos!

5 de jul de 2010

Adendo:

Nesse sábado que se passou, dia 03 de julho, o Sujeito Simples completou dois anos de existência!!!
Gostaria de agradecer a todos que, de alguma forma, me apoiam e me incentivam a manter o blog no ar com simples palavras de elogios nos comentários ou em outras formas de contato direto comigo.
Prometo me dedicar mais a ele.
.
Aproveito para reforçar meus contatos, pois percebo que algumas pessoas querem falar comigo mas acabam se perdendo:
MSN: emiessienidorodrigo@hotmail.com
Orkut: Clica aqui!
Twitter: @rod_rott
FormSpring: www.formspring.me/rodrigorott
.
Valeu!
Até mais.

25 de jun de 2010

Frase:

"Twitter é um mundo de auto-biografias."

Frase:

"O problema é que, hoje em dia, ser excêntrico virou moda."

Luana

Linda
Única
Alegre e
Nostálgica.
Assim como a Lua.

27 de mai de 2010

Classificado Carente

Ombro à disposição,
Abraço em promoção
E carinho em liquidação.

Tratar com o meu coração.

10 de mai de 2010

Frase

"Para esquecer um problema, basta encontrar outro."

6 de abr de 2010

Companheira.

Ela acorda comigo todo dia,
E tem prazer em fazer companhia.
Seu nome é Saudade,
Mas atende por Agonia.

12 de mar de 2010

foi rápido,
porém, intenso,
assim como um cometa.

8 de mar de 2010

Paixão Passageira

Ela entrou e sentou ao seu lado.
Ele se encantou, admirado.
E eles nunca mais vão se ver novamente.

27 de fev de 2010

Frase:

" Se o Gênio da Lâmpada fosse mesmo um gênio, ele sairia dela sozinho. E ainda teria os três desejos para si próprio. "

Frase:

" O pessimista não nasce. Ele começa a morrer. "

23 de fev de 2010

Quando começo
Um hai-kai,
Nunca termino.

23 de jan de 2010

...e ele nem se importava
com a ausência de estrelas
naquela noite de céu escuro.

Os olhos dela já brilhavam o suficiente.

5 de jan de 2010

Maria.

Foi quando, de repente,
Você apareceu.
Surgiu, instantaneamente,
E logo me ofereceu

Todo o amor
Que eu já desconhecia,
Todo o valor
Que eu não possuía.


E então, eu fui descobrindo
A profundidade de um simples olhar.
Uma paixão foi me cobrindo,
E, contigo, passei a sonhar.
E, comigo, vou te guardar.

2 de jan de 2010

ano novo

layout novo.

a inspiração tá de férias, foi pegar umas ondas e escrever poesias com a areia.

16 de nov de 2009

Promessa!

Prometo te amar
até você dizer: chega.
Depois disso,
Prometo te desobedecer.

4 de nov de 2009

Me vê duas passagens?
Só de ida.
Para o infinito.
Uma pra mim e uma pra ela.

Eu vou pegar carona com a chuva
Para chegar até você.
E te dar um abraço molhado.

23 de out de 2009

Desejo.

Eu faria qualquer coisa
Para, contigo, me encontrar.
E daria tudo
Para agora, contigo, estar.

- pra ela.

18 de out de 2009

O Malandro

Ele tem um carro rebaixado, com neon
E investiu o seu trocado pra comprar aquele som.
Ele tem um carro rebaixado, e com neon.
E com isso ele acha que é o bom.

Ele vai pra balada todo final de semana
E por isso acha que tem uma vida de bacana.
O último salário ele gastou, inteirinho.
Pra comprar aquele tênis de logotipo famosinho.

Ele usa camiseta regata,
Pra valorizar seu músculo.
Quem sabe pega aquela gata
Que não liga pro seu cérebro minúsculo.


- colaboração: Ana Maria Mendoza, Camila Cardozo e Franciele Spengler.

16 de out de 2009

Somente Mais Um

Sou apenas mais um,
No meio de tantos outros.
Em meio a livres e soltos,
Igual a mim não há mais nenhum.

Eu poderia me encontrar
Em tantos outros lugares.
Eu poderia respirar
Tantos outros novos ares.

Mas sou apenas mais um.
Nem tão livre, nem tão solto.

Sou apenas mais um,
E igual a mim, nenhum outro.

16 de set de 2009

quando

E quando eu estou com ela
Tudo demora a passar.
Tudo parece devagar.
E até a vida se torna bela.

E quando ela diz que vai embora
Eu volto ao normal.
Eu acordo para o mundo real.
Mas só penso em revê-la a toda hora.

4 de set de 2009

Re-ligar.

Não me venha com versículos,
Capítulos e profecias.
Thiagos, Pedros e Tomés.

Filosofias de pura fantasia,
Que tentam me impedir
De andar com meus próprios pés.

2 de set de 2009

Control V.

E a gente ia. De carona. Na garupa leve do vento macio.
Que vinha caminhando desde muito longe,
Lá no fim do mar.
E a gente ia visitar a estrela da manhã raiada
Que se pensava perdida pela madrugada,
Mas que ia escondida querendo brincar.
E a gente voltava numa estrela guia,
Num clarão de lua,
Quando serenar.
Ou, talvez, quem sabe,
A gente voltava num cavalo baio,
No alazão da noite,
Cujo nome era raio.
Raio de luar.

~ adaptação do meu avô a partir da música 'Viagem' de José de Aquino e Paulo Pinheiro.

25 de ago de 2009

Vontade de Escrever

Não importa o quê.

Uma estrofe, um verso, um poema.
Uma crônica, uma frase, um lema.

Uma música, um artigo, uma opinião.
Um anúncio, um aviso, uma redação.

Um livro, um hai-kai, uma carta com declarações.
Uma história em quadrinhos, um manual de instruções.

Uma história, um desabafo, um sentimento.
Uma notícia, uma crítica, um momento.

Uma definição, uma receita, um texto legal.
Uma palavra, um nome, um ponto final.

21 de ago de 2009

Amor Reciclado

Eu queria ser de vidro.
Pra viver quatro mil anos
ao seu lado.

17 de ago de 2009

Ilusões.

Sonho em viver num lugar,
Sem política, sem religião
E todo tipo de coisa vulgar,
Que não passa de mera ilusão.

12 de ago de 2009

#Desabafo

Vivemos num mundo onde tudo é planejado,
Esquematizado.
As pessoas já sabem o que vão fazer amanhã,
O que precisam fazer semana que vem,
Aonde precisam ir no mês que vem e
O que pretendem fazer no ano que vem.
Legal seria viver somente o agora,
Sem precisar se preocupar com o que está por vir.
Legal seria tratar cada dia como uma nova surpresa,
Sem planos.
Deixar acontecer do jeito que for para acontecer,
Viver sem medos, sem receios.

Mas parece impossível.

10 de ago de 2009

Pais

''Para as crianças: herói.
Para os adolescentes: exemplo.
Para os adultos: amigo.

E, com um pouco de açúcar, vira avô.''


# ideia do meu próprio avô.

3 de ago de 2009

medo.

Só de pensar que,
se eu ir dormir o amanhã chega mais rápido,
perco todo o sono.

31 de jul de 2009

Férias...

O despertador toca às onze e tanto,
O computador é tratado como um rei,
E a geladeira se torna a melhor amiga.

29 de jul de 2009

Poema Maquiavelicamente Romântico

Eu queria ser bandido
Pra roubar teu beijo
e teu abraço apertado

Te sequestrar nas
noites de inverno

E te fazer de refém
desse amor aprisionado.

28 de jul de 2009

O Frio...

é tão inspirador...

O ruim é que não me deixa escrever sobre.
Congela os meus dedos.

Papo de Velho

Não se fazem mais filhos como antigamente.
Hoje qualquer um aprende a receita e tem total acesso a todos os ingredientes necessários.
Não se fazem mais infâncias como antigamente.
Hoje a tela e os botões substituem qualquer outro tipo de aventura real e saudável.
Não se fazem mais garotas como antigamente.
Hoje elas dominam qualquer um assim que completam quatorze ou menos.
Não se fazem mais garotos como antigamente.
Hoje eles se deixam dominar pelo que aparecer, e ainda dão risada.
Não se fazem mais relacionamentos como antigamente.
Hoje determinadas ações contentam muito mais do que verdadeiros sentimentos.

E estamos apenas começando.
Ainda há muito pela frente.
Sorte que, para toda regra, existe alguma exceção.

10 de jul de 2009

Chorona.

Triste é a chuva
Que vive desprezada
Por ser eterna viúva
E chorar a troco de nada

Infeliz Felicidade

A felicidade não é feliz.
Deve estar cansada
De tanto tentar agradar a todos.

Ctrl + V

"- Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo! Eu creio em Deus! Deus é um absurdo! Eu vou me matar! Eu quero viver!
- Você é louco?
- Não, sou poeta."

~ do Mário Quintana.

3 de jul de 2009

12 Meses.

Era apenas para ser uma brincadeira.
Um passatempo.
Que com o tempo, tornou-se uma paixão.
E agora é praticamente uma necessidade.

Hoje o Sujeito-Simples faz um ano de existência nesse mundo, e eu tô postando aqui e agora apenas para AGRADECER a vocês, que me acompanham e me fazem acreditar nesse universo de palavras e versos.
Mais do que simples leitores, vocês são compartilhadores.

E já dizia Cazuza:
"Ganho dinheiro cantando as minhas desgraças!!"
;)

abraços sinceros.
Rodrigo Rott
emiessienidorodrigo@hotmail.com

29 de jun de 2009

Prisão

Estou preso a ela.
O crime: Paixão.
Agora não há como fugir.
Ainda bem.

19 de jun de 2009

Ah! A Lua...

Não sei não,
Mas ela me olha de um jeito...
Parece que brilha ao me ver.

17 de jun de 2009

Sobre a Morte.

Espíritos não existem.
Tudo apodrece.
E os vermes comem.
Mas os sentimentos não se vão.
Esses não morrem nunca.
Ficam flutuando por aí,
Sem prazo de validade.
E os vermes não comem
Porque acham muito doces.
Até porque, se fossem salgados, amargos ou azedos,
Não seriam sentimentos.

11 de jun de 2009

Sem noção.

Loucas são as árvores,

Que resolvem ficar peladas
Na época mais fria do ano.

5 de jun de 2009

Impossível.

É impossível viver só sorrindo.
É impossível viver só, sorrindo.
É impossível viver. Só sorrindo!

24 de mai de 2009

Son(h)o Profundo

Não me acorde.
O mundo aqui é mais legal.
Não tem horários, não tem tédio.
Nem parece um mundo real.

Não me acorde ainda.
Aqui eu sou livre, faço o que quero.
Posso falar o que penso.
Não tenho medo de ser sincero.

Não me acorde. Nunca mais.
Entre sonhar ou seguir a rotina,
Prefiro ficar aqui pra sempre.
Vivendo ao lado dessa menina.

17 de mai de 2009

O Gosto do Inverno

Noites de inverno.
Uma xícara de leite quente,
Duas colheres de chocolate em pó.

13 de mai de 2009

De graça.

Lá fora é mais legal.
Tem luz ligada o dia inteiro.
E de noite tem lual
De céu aberto, brilhando, faceiro.

10 de mai de 2009

Amor Instantâneo. Ou não.

Ontem
tudo era perfeito.
Tudo me fazia feliz.
Todos amavam.

Ontem
a vida era bem melhor.
Todos eram lindos.
Todos sabiam sorrir.

Ontem
ninguém tinha vergonha de abraçar.
Ontem
ninguém tinha vergonha de amar.



Ontem
o amor existiu.

Hoje
a saudade me deixa vazio.

6 de mai de 2009

Definição.

O futuro
É um presente
Do passado

Anteontem.

Depois de amanhã, eu vou sair com a galera.
Depois de amanhã, eu vou estar perto dela.

Depois de amanhã, nós vamos dar muita risada,
Depois de amanhã, minha vida vai ser animada.

Depois de amanhã, eu vou fazer o que sempre quis.
Depois de amanhã, tudo vai ser muito mais feliz.

Depois de amanhã. Não vejo a hora.
Depois de amanhã não será mais como agora.

4 de mai de 2009

Ctrl + V

"Poesia não tem regra
não tem régua
pra medir

Poesia não tem fórmula
nem roteiro
pra seguir"

~ "Poesia ABNT" de Diogo Laux ~

a.m.o.r.:

Sentimento ou emoção?
Pensamento ou ação?
Alimento ou indigestão?
Tormento ou paixão?

27 de abr de 2009

Merda!

Nasci num mundo onde a felicidade não existe.





-
Pelo menos é o que todos dizem por aí.

26 de abr de 2009

Debaixo da chuva de estrelas...

- E qual é o seu sonho, Emily?
- Meu sonho? Meu sonho era um dia perfeito! E ele tá terminando...


~ trecho do filme 'O Presente'.

19 de abr de 2009

É sempre assim

Tem vezes
Que me arrependo de ter ido dormir.
Tem outras vezes
Que me arrependo de ter acordado.

Geração Orkut

Sou do tempo em que o Orkut deixava colocar no máximo 12 fotos no álbum.
Não tinha marcações, comentários e tudo mais.
A maioria dos usuários, possuia, em média, uns 200 amigos apenas.
Ninguém sabia o que era brigar por topo de depoimento.
Ninguém precisava mandar scrap pra adicionar.

Quando eu entrei pra esse mundo,
Lembro-me que era uma das poucas 'crianças' no meio de toda aquela gente virtual.

Hoje são raros os que não mentem a o ano de nascmiento na hora de criar o perfil.

E tudo só tende a piorar.
Não vai demorar muito e as Certidões de Nascimento vão exigir, já, o link do profile.
E me add.

12 de abr de 2009

Almoço em Família.

Elas sobre novelas ou sobre o novo cabelo da vizinha.
Eles sobre tudo, até secar a última latinha.
E as crianças correndo ao redor.
Pelo menos até de tardezinha.

Fato.

Ele amava ela.
Mais do que devia.
E ela não percebia.

10 de abr de 2009

Machismo.

JustificarSempre foi assim.

Ao moço,
o almoço.
À moça,
Só resta a louça.

9 de abr de 2009

Boa viagem!

Dentro daquele ônibus,
Rostos e diversas expressões.
Expectativa, ansiedade, tédio e saudade.

A Triste (ou não) História do Jovem Escritor

Ele não sabia falar.
Portanto, escrevia.

Trocava sua voz,
Pela ponta de sua caneta.

Trocava seu olhar,
Pelo charme de suas palavras.

Sua forma de agir e pensar,
Era somente através de versos.

Porém, assim,

Nenhuma garota o ouvia.
Nenhuma garota o via.

Ninguém sabia que ele existia.

Porque ele não sabia falar.
Portanto, apenas escrevia.

2 de abr de 2009

-

Enquanto a tarde se despedia:

- Para onde é que ele vai?
- Ele quem?
- O sol...
- Ah! Pra 'amanhã', lá no Japão.


~ trecho do filme 'Cazuza: O Tempo Não Pára'

Confesso que

não sei o que sou.

Só sei que não sou o que sei.

20 de mar de 2009

Eu acho que

perdi o domínio sobre mim mesmo.

Será que isso é normal?

.

silêncio.
carência.

solidão.
ausência.

10 de mar de 2009

Pessimista até morrer.

Do alto do penhasco,
Um último pensamento:
"Ninguém sentirá minha falta".

7 de mar de 2009

No Ônibus

Trocaram olhares,
Talvez, algumas palavras,
E, claro, desejos imensos de se amar.

Então ela teve que descer.

E nunca mais se viram.
Nunca mais naquele verão.

Ou nunca mais se verão?

E por longos minutos
Ele desejava, dela, encontrar
uma próxima parada: seu coração.

Oito de Março

Quem manda no mundo
São as mulheres.

Querendo ou não.


Fazer o quê?

5 de mar de 2009

Num instante.

E ela apareceu.
De repente.

E ele se encantou.
Instantaneamente.

25 de fev de 2009

Se eu te amo

a culpa é toda tua
toda tua

24 de fev de 2009

Quem sabe um dia...

Eu, ela e o luar.
E nada mais.

22 de fev de 2009

Hoje é domingo,

mas não vejo cachimbo nem jarro.
Nem touro, nem buraco.

mas o buraco é fundo.
Acabou-se o mundo.

Amor profundo,

Tão profundo
Que se afogou.

Agora, sem esse amor,
pro fundo do mar
eu também vou.

Crise Poética

Inspiração de sobra,
Idéias flutuando.
Palavras em obras,
Versos se ausentando.

Carnaval

Para os bobos, folia.
Para os chatos, pornografia.
Para os feios, agonia.

21 de fev de 2009

Na calada da noite

Descansa, ansioso,
O agito do dia.

19 de fev de 2009

Dúvidas

O inventor da escada queria descer ou queria subir?

E quem corta o cabelo do cabeleireiro?

18 de fev de 2009

Quotidiano

Aquele senhor que passa todo dia, a mesma hora, na frente de casa.
Aquele rapaz que sai do serviço e passa por mim sempre, quando vou pra escola.
Aquela moça bonita que sempre me atende na loja da esquina.
Aquela mulher esquisita que insiste em pegar ônibus no mesmo horário que eu.

Pessoas que não têm nome.
Pessoas que eu vejo durante todo o ano.
Pessoas que eu não sei quem são.
Pessoas que fazem parte do meu cotidiano.

17 de fev de 2009

SamBia

E eu nem ligava
Quando não me ouvia
Ou se comigo discutia.

Eu nem me importava
Com quem ela saía,
Com quem ela fazia[...].

Nem me chateava
Se ela bebia,
Ou se tinha alguma mania.

Nessa história,
O que valia
É que eu já sabia
Que ela eu amaria.

É que eu já sabia,
Que era ela, a Bia.
A menina que me faz sorrir todo dia.


~ dedicado à minha bianca preferida.

O que há de errado

com o verbo amar ?

4 de fev de 2009

Não há dúvidas

que a felicidade existe.

O problema é encontrá-la.

1 de fev de 2009

Todas iguais.

Chame uma mulher de boba, de chata,
De antiquada ou de infantil.

Mas nunca, em hipótese alguma,
Chame uma mulher de feia.




[principalmente se ela for]

27 de jan de 2009

Somos robôs;

apenas robôs.
Legítimos. Sem sentimentos, sem coração.
Com defeitos de fabricação.

Somos todos robôs.
Com prazo de validade.

Programados para correr.
Mesmo sem ter para onde ir.
Programados para não viver.
Sem tempo para sorrir.

20 de jan de 2009

Por que é que

eu deixo tudo pra depois,

se não tenho nada pra fazer agora?

13 de jan de 2009

Alguém.

Alguém me tira daqui?
E me leva até ali?

Quem sabe lá eu possa sorrir.
Só rir.

A gente nasce chorando,

mas vive pra sorrir.

9 de jan de 2009

Ctrl + V

- Monótona vida;
Monótono dia.
Alegria que se dispersa
Em um tédio sem fim.
Vida alegre
Vida triste
Vida?
Não!
Monotonia. -

~ por Bruna Palm (do blog Conto de Fadas) ~

Não tenha medo de amar;

não dói nadinha!

Acredite.
Se quiser.

Quem me dera!!

Se tudo fosse tão mais fácil.

Se existisse o teletransporte.

Se eu soubesse voar.

Se existissem pontes para me levar a qualquer distância.

Quem me dera.

8 de jan de 2009

Uma dúvida.

Por que vocês, seres humanos, transformam gestos tão simples como 'amar' em algo tão confuso?
Por quê?

Por que vocês, seres humanos, não possuem a singela capacidade de admirar um sorriso?
Por quê?

Por que vocês não se sentem felizes ao abraçar?
Por quê?

Por que vocês não conseguem ter sensibilidade?
Por que vocês, seres humanos, não conseguem ser humanos?

Por quê?

Ctrl + V

- "escrava, eu escrevo.
escravo, ele lê." -

~ por Ana Cristina (do blog Cartulina--Papellão) ~

7 de jan de 2009

Reticências...

São apenas pontos...
Apenas três pontos...
Que deixam aquela dúvida...
Aquele mistério...
Aquela vontade de saber o resto...
Apenas três pontinhos...

6 de jan de 2009

Penso, logo, escrevo.

Escrevo para mim.
Escrevo para ti.
Escrevo para todos.
Escrevo para ninguém.
Porém, escrevo.

Escrever é a melhor forma de se expressar.
De tratar de assuntos que nunca seriam dialogados.
De poetizar sentimentos.
De desabafar.

A escrita não tem censura, não tem restrições, não tem limites.

Rainha das Princesas

Do tipo princesa.
Assim ela é.
Assim ela será.
Pra sempre.

Sua beleza brilha,
Assim como seus olhos.
Assim como seu charme.

Do jeito cativante.
Delicado. Sensível.
De pensar e agir.

Seu sorriso brilha,
Com luz suficiente
Para iluminar o coração de qualquer um.
Seja príncipe, seja sapo.

Seu encanto não se encontra preso em torre nenhuma.
Pois já está trancafiado no coração de seu príncipe.

5 de jan de 2009

Seção "Ctrl + V"

- "Trinta dias do mês que ficou pra trás...
E eu sou só mais um, desses meros tão mortais!" -

~ Mallu Magalhães (Música: Vanguart) ~

28 de dez de 2008

Serve?!

Não sei descascar laranja,
Não sei nem assobiar,
Não sei amarrar balão.

Não sei cortar grama,
Não sei dirigir,
Não sei nem trocar a lâmpada.

Não sei cuidar da horta,
Não sei cozinhar,
Não sei aprender mais nada.


Só sei, em ti, pensar.
E sorrir quando isso acontece.

27 de dez de 2008

Mas acho que

a felicidade está bem ali, atrás dos olhos dela.
Ou melhor. Tenho certeza.

21 de dez de 2008

Ou talvez

a felicidade não mora em lugar nenhum.

E eu aqui,
procurando...

Talvez

a felicidade more lá longe.

E eu procurando aqui do lado.

Talvez

a felicidade more do meu lado.

E eu sempre correndo pro lado oposto.

17 de dez de 2008

Ele, a paixão e ela.

Pode parecer clichê, em histórias de amor, falar que o coração de alguém bate mais forte quando está próximo de um outro.
Mas era justamente isso que acontecia com ele. Quando se aproximava dela.
E as vezes até quando simplesmente pensava nela.
Ela, talvez, via ele apenas como mais um amigo. Ou até o considerava como um de seus amigos mais especiais.
Mas, lógico, isso não fazia diferença pra ele.
Porque ele, certamente, a via como matéria-prima para todos os seus sonhos.
Via a felicidade em cada expressão do rosto dela. Via inocência no olhar dela. Via esperança em cada abraço dado por ela.
E por mais linda que ela aparentasse ser, ele ainda conseguia enxergar os sinceros e singelos sentimentos dela.

E o desfecho dessa antiquada paixão ninguém sabe.
Talvez nem ele. Nem ela.
Nem ninguém.

Pensamento X Ação

Pensar.
Agir.

Pensar ou agir?

Pensar sem agir?
Agir sem pensar?

Pensar e agir.
Pensar em agir.
Agir em pensar.
Agir e pensar.

3 de dez de 2008

Pausa.

Pequena pausa.
A inspiração foi curtir umas ondas.
As palavras foram passar as festas de final de ano com a família.
E eu, apenas aguardo.

25 de nov de 2008

Vovó Orkut

Orkut é que nem avó.
Só não aperta as nossas bochechas.
Ainda não.
Mas,
No orkut todo mundo é lindo.
Todo mundo é forte.
Todo mundo tem opinião própria.
Todo mundo é inteligente.
Todo mundo é livre.
Todo mundo ama.
Todo mundo é amado.
Só no orkut.
Portanto, não se iluda.

5 de nov de 2008

Apenas mais uma rápida e suposta história de amor.

Um dia,
Quem sabe,
Ele vai ter coragem.
E vai falar tudo aquilo que mais deseja.
Tudo aquilo que ela já deveria ter escutado.

Um dia,
Quem sabe,
Ela vai se dar conta de quem realmente
Admira o seu sorriso.
E vai passar a valorizar o olhar esperançoso dele.

E eles vão ser felizes para sempre.
Quem sabe,
Um dia.

2 de nov de 2008

Relógios.

Adoram trabalhar.
Não param.
Não cansam.
Adoram a vida,
Adoram a rotina.
São felizes assim,
Sem salários,
Sem férias,
Sem décimo-terceiros,
Sem descansos.
São irônicos e apressados.
Egocêntricos.
Funcionários do mesmo chefe,
O Tempo,
Os relógios são os operários mais ágeis e competentes
De todo o universo.
E a gente que se dane.

29 de out de 2008

Me dói.

Me dôo.
Me vendo.
Me troco.
Não me agüento.

24 de out de 2008

Garotas

Amam,
Sofrem,
Sentem.
Sabem ser o que são,
Sabem ser meninas,
Sabem ser mulheres.
Têm medos,
Têm segredos,
Têm receios.
São inocentes,
São doces,
São simplesmente garotas...

23 de out de 2008

Daquela Menina

Sinto-me perdido muitas vezes nessa vida,
Indeciso com a dor que cada sorriso oculta,
Assim como me perco no sorriso daquela menina.

Me perco muitas vezes por caminhos confusos,
Inseguro com a ilusão que cada olho esconde,
Assim como me perco no olhar daquela menina.

Me sinto perdido muitas vezes pela carência,
Infeliz, com a vontade de abraçar até mesmo a solidão,
Assim como me perco no abraço daquela menina.

Me perco com o brilho de seu olhar,
Com a sinceridade de seu sorriso,
Com o carisma estampado em seu abraço.
Sinto-me perdido com o encanto daquela menina...

20 de out de 2008

Segredos

Todo mundo tem.
Vários.
Mas é segredo.

19 de out de 2008

Silêncio

silêncio.

17 de out de 2008

Zé Ninguém

Ninguém achava ela bonita.
Ninguém gostava dela.
Ninguém era apaixonado por ela.
Ninguém amava ela.
Ninguém chegou a conhecê-la.
E ela também se apaixonou por ele.
Parece que casaram..
Se foram felizes?
Ninguém sabe...

10 de out de 2008

Sexo Frágil?

Homens não choram
E têm medo de amar.
Mulheres amam
E não têm medo de chorar.

1 de out de 2008

Saudade

Saudade do que já foi.
Saudade do que não volta mais.
Saudade do que ainda nem aconteceu.
Saudade do que ficou para trás.
Saudade da solidão,
Que me fez sentir
Saudade das melhores companhias.
Saudade dos dias melancólicos,
Que me fizeram sentir
Saudade dos dias de risos.
Saudade das companhias,
Saudade do riso,
Saudade do sorriso daquela companhia.
Saudade das cores daquele dia.
Saudade do sabor daquela alegria.
Saudade é a dor de hoje,
Que naquele momento jamais doía.

Expiração

Quero falar alguma coisa
Mas as palavras não aparecem
Aliás, devo falar muita coisa
Mas as palavras se escondem
Diante de outras preocupações
Tão necessárias
Ou não
Aliás, nem sei o que dizer
Mas as preocupações que me prendem
Me fazem querer expressar
Palavras
Tão necessárias
Ou não

28 de set de 2008

Confissões Poéticas de Um Adolescente Carente em Crises Românticas no Tédio de Domingo

Não tenho carro,
Não tenho beleza,
Não tenho popularidade.
Mas tenho certeza:
Além de mim não existe outro
Que te ame de verdade.

23 de set de 2008

Sorria! Você está vivo...

Amasse os transtornos.
Os bons momentos, deixe exposto na estante.
Se arrependa apenas do que não fez,
Inspire felicidade a cada instante.
Encontre o lado bom
Em cada consequência cometida.
Repare na simplicidade das coisas.
Procure ter vida.
O que passou, passou.
O que passou, não volta mais.
Valorize o presente, o agora.
Antes que seja tarde demais.
Esqueça o que chateia,
Experimente uma nova etapa.
O universo é grande demais,
Para encontrarmos a felicidade em um mapa.
Sorria para o mundo,
Que ele retribuirá para você.
Sorria, também, para si.
É o melhor que você pode fazer.

21 de set de 2008

Momentos

Assim como um relâmpago,
Assim como uma cadente estrela,
Os melhores momentos da nossa vida
Passam numa velocidade improvável.
O bom é que, quando bem aproveitados,
Esses momentos melhores tornam-se eternos.
Assim como o charme de uma estrela cadente.
Assim como o brilho de um relâmpago.

10 de set de 2008

Viva.

O bom da vida
É ser livre.
É preferir o proibido.
É arriscar-se mais
E preocupar-se menos.
Muito menos.
É transformar o depois
No agora.
O bom da vida é sorrir.
É ter vida.
Afinal, de que adianta viver no modo padrão,
Se todo mundo já sabe o que acontece no final?

9 de set de 2008

Não Precisa

Não precisa estar apaixonado
Para escrever um poema de amor.
Basta sentir-se isolado,
Com aquela sensação de carência e dor.

Basta sentir-se pertubado,
Esperando um momento para se iludir novamente.
Esperando o sofrimento chegar disfarçado.
Basta não sentir-se contente.

Basta ter paciência para receber algum valor,
Basta ter paciência para alguém vir ao seu lado.
Para escrever um poema de amor,
Não precisa estar apaixonado.

5 de set de 2008

Agora Não é Mais Agora

Agora é tarde para se dar conta de que valeu a pena.
Agora é tarde para dar valor ao que já se foi.
Agora é tarde para abraçar aquele amigo que foi especial.
Agora é tarde para ter coragem de falar com aquela garota.
Agora é tarde para se arrepender do que não fez.

Tarde Demais Para Querer Viver

O mundo girava,
E o relógio não parava.
A vida se passava
E ele, por lá, ficava.
Tudo ocorria, tudo andava,
Tudo acontecia, tudo se encaminhava.
E ele, por lá, apenas olhava.
Um dia desses,
O mundo parou.
O relógio travou.
A vida se acabou.
Nada mais ocorreu, tudo desandou.
Nada mais aconteceu, tudo finalizou.
E ele, para ninguém, nunca mais olhou.
O tempo dele acabou.

4 de set de 2008

Pausa

Os dias passam,
A semana corre,
O relógio permanece na sua rotina.
E a inspiração não vem.
Portanto, tenha paciência.

30 de ago de 2008

Unindo versos.

Eu quero o Espaço só pra mim.
Ou apenas um espacinho dentro dele.
Eu quero o Universo todo só pra mim.
Ou apenas um universo que une versos o dia inteiro.
Eu quero um quarto pra viver.
Ou apenas um terço de todo esse mundo.
Eu quero o mundo só pra mim.
Ou apenas um lugar na rua.
Eu quero a rua toda.
Ou apenas a Lua.
Para ela, comigo, viajar.

22 de ago de 2008

Romance Tímido

Eles não precisavam falar nada.
Quando se encontravam,
Os olhos sinceros dela se encontravam profundamente
Com o olhar totalmente apaixonado dele.
E nada mais precisava.
Mas quando a suave e pequena mão dela
Buscava calor entre os dedos rígidos dele,
Nada mais era preciso acontecer.
E quando beijavam-se,
Era como se tivessem compartilhado todos os segredos.
Valia mais do que qualquer assunto.
E não precisavam falar de mais nada.
E de nada mais era preciso.
Ele ia pro seu lado,
Ela seguia o caminho dela.
Os dois flutuando de felicidade.
Sorrindo. Com as maçãs do rosto fervendo.
Sorrindo. De orelha a orelha,
Que nessas horas ficavam vermelhas.
Cintilando a cor da paixão.

Coisas e Cores

O quadro negro parece ser verde escuro.
As rosas brancas são mais charmosas.
Laranja azeda tudo quando é verde.

19 de ago de 2008

Ela

Lá vem ela,
Com seu All Star
e com seu jeito de ser...
Lá vem ela,
Com todo seu charme
E vontade de viver.
Lá vem ela,
Com seu sorriso marcante
Nunca vou esquecer.
E lá vem ela,
Por que é que ela não olha pra mim?
E lá está ela,
Por que é que tudo tem que ser assim?

18 de ago de 2008

Ser...

Ser humano
Ser animal
Serpente
Sereia
Ser sempre igual
Serviçal
Ser o que não é
Ser o que já foi
Serigrafista
Ser individualista
Serelepe
Serafim de ser outro
Sermão, ser pé
Serrador, ser a cura
Sertanejo
Serenata
Ser vivo
Serei, sempre rei
Ser plebeu naquilo que faz
Ser ou não ser
Será que sou o que?

3 de jul de 2008

Como ser um ser humano.

Por que a gente é assim?
Tão confuso, tão apressado?
Um dia na vida parem para pensar.
É algo difícil para o ser humano, eu entendo.
O tal 'homem' de hoje não tem mais tempo para nada.
Com a invenção da rotina, ninguém mais sabe o que é a vida,
Esquece até de si mesmo.
Com as diversificadas preocupações, tanto alheias quanto pessoais,
O ser humano deixa de simplesmente ser humano.
Começa a agir como um outro animal qualquer.
Desonra o mérito de ser conhecido como o único animal capaz de refletir.
Torna-se uma máquina controlada por outras.
Esquece de sentir, de querer, de ter e de ser.
Seu foco politicamente correto é sempre acumulativo
E desvalorizar sentimentos vira algo tão normal quanto morrer.
Porque hoje, o único ser capaz de refletir só pára quieto quando morre,
E só assim faz com que as pessoas ao seu redor parem para pensar.
Pelo menos por algumas horas.
Pelo menos até o despertador tocar novamente.